Logo USP

facebook

english

español

Seja um embaixador da FMVZ

nova fachada

Foto: Ernani Coimbra

Publicado em 27/4/2017

No último dia 27 de abril, foi lançado pela diretoria da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da USP o Programa Embaixadores FMVZ-USP, que prevê o engajamento de alunos de graduação e de pós-graduação, da própria Faculdade, para mostrar aos estudantes de ensino médio, principalmente de escolas públicas, a atuação do Médico Veterinário, o Curso de Medicina Veterinária, as possibilidades de acesso à USP e as políticas de permanência estudantil.

Os interessados devem se inscrever até dia 5 de maio, por meio do formulário disponível aqui. Os participantes receberão treinamento e material de apoio para o desenvolvimento das atividades. Além de visitas às escolas, eles também vão representar a FMVZ em eventos direcionados aos públicos do Programa. Confira aqui o convite da diretoria ao alunos.

Segundo a professora Mayra Elena Ortiz D’Ávila Assumpção, presidente da Comissão de Graduação, a participação dos alunos é fundamental para o sucesso do Programa. “Se o “embaixador” também foi aluno de escola pública, a aproximação ficará ainda mais fácil e os alunos visitados se sentirão mais estimulados,” salientou.

Mayra explica que os embaixadores receberão certificado de participação e que a possibilidade de oferecer créditos está sendo estudada. Segunda ela, a maior contribuição para a formação do aluno FMVZ é social. “O Programa poderá mudar a vida de um aluno do ensino médio que, muitas vezes, desconhece a possibilidade real de entrar na USP. Essa é uma ação de transformação social que poderá também marcar a vida do “embaixador”, ressaltou.

Para o diretor José Antonio Visintin, que já foi “embaixador” da FMVZ, já como professor, sua participação representou um pequenino retorno à USP e à Faculdade que transformou socialmente quatro gerações de sua família. “Foi extremamente gratificante mostrar para os alunos de escolas públicas que eles podem e têm potencial para ingressar na melhor e maior Universidade da América Latina. Assim como foi importante desmistificar que ‘a USP é paga e muito cara por ser a melhor’, ‘que só rico ingressa na USP’ e ‘como me sustentar durante todo o curso se eu ingressar na USP, se a minha família é pobre’. Por isso, e muito mais, tenho orgulho, juntamente com vários membros da Faculdade, de abraçar esta causa que poderá ajudar a transformar socialmente muitas pessoas”, enfatizou.